Casos de Políciahomicídio

PM diz que policiais foram chamados para brincar com a criança quando bandido atirou e menino morreu

Policiais militares envolvidos na ocorrência que resultou na morte de um menino Itallo Augusto, de sete anos, na noite da última terça-feira (30), em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, informaram que estavam em patrulhamento quando receberam uma solicitação para brincar com a criança.

No momento do fato, se aproximou uma motocicleta e um dos ocupantes desceu e efetuou diversos disparos contra a equipe, vindo atingir o garoto e a viatura.

Os PMs observaram a moto empreendendo fuga com um suspeito portando uma pistola

Os familiares da criança, socorreram-a através de meios próprios com o apoio dos PMs.

Segundo a versão apresentada pelos militares, nenhum deles efetuaram disparos.

A oocorrência foi conduzida à DHBF.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte de Itallo Augusto de Castro de Amorim, de sete anos, no bairro Éden, em São João de Meriti. Foi realizada perícia no local e moradores e testemunhas foram ouvidos.  

A unidade apura ainda se a morte de um homem em Mesquita tem envolvimento com o fato. Segundo depoimentos ele seria o responsável pelos disparos que atingiram a criança. Por enquanto nenhuma linha de investigação é descartada.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo