Casos de PolíciaDenunciainvestigaçãomilícia

PM é citado em processo como sendo chefe de milícia em Guadalupe

Um policial militar lotado no batalhão de Olaria (16ª BPM) é suspeito de chefiar uma milícia que atua em Guadalupe, na Zona Norte do Rio. 

A informação consta em um processo na Justiça que tramita na 1ª Vara Criminal Especializada do Tribunal de Justiça.

Quatro suspeitos de integrar a quadrilha, entre eles um adolescente, foram presos em outubro. 

O PM é citado nos autos como sendo o responsável por fornecer suporte armado.

Na época da prisão, uma arma foi deixada por ele no local para emergência e seria do batalhão na qual ele é lotado, além do giroscópico da motocicleta. 

Dois dos suspeitos foram flagrados em uma guarita onde foram encontrados a arma (uma pistola) um rádio transmissor e um caderno de contabilidade, além de materiais descritos no auto de apreensão de fl. 6, tais como recibos de pagamento, fichas cadastrais, camisas com inscrições ´controle de acesso´ e um bagageiro de motocicleta com giroflex. 

Outros dois foram flagrados com rádios comunicadores próximo à Av. Brasil. O adolescente e os custodiados admitiram em sede policial que faziam a segurança da localidade em troca de uma ´colaboração´ de R$ 40,00 paga pelos moradores. Segundo apurado, um funcionário de nome João seria responsável por recolher os valores da população.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo