Casos de PolíciainvestigaçãomilíciaOperação Policial

PM e mais três são presos suspeitos de integrar milícia em Nova Iguaçu

A Secretaria de Estado de Polícia Civil, por meio de uma força-tarefa formada pelos Departamentos de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (DGCOR-LD) e de Homicídio e Proteção a Pessoa (DGHPP), realizam, na manhã desta quinta-feira (02/07), uma operação contra uma organização criminosa de milícia que atua nos bairros da Palhada e Valverde, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. A ação, que conta com apoio da Corregedoria Geral da Secretaria de Estado de Polícia Militar e do Batalhão de Ações com Cães (BAC), visa cumprir um mandado de prisão e onze de busca e apreensão.

Um policial militar foi preso em cumprimento a mandado de prisão. Em um dos locais de busca e apreensão os policiais prenderam dois homens em flagrante, um com uma pistola 9 mm e um carregador, e o outro com uma pistola e um revólver. No local foi apreendida ainda grande quantidade de material para gatonet, além de um caderno com anotações sobre o serviço ilegal prestado

As investigações apontam que os integrantes da quadrilha, já denunciados pelo Ministério Público Estadual, atuam extorquindo moradores da região. A organização é investigada ainda por envolvimento em homicídios que ocorreram na Baixada Fluminense.

Os policiais também descobriram em um cômodo de uma das propriedades do irmão do policial farto material para instalação de “Gato Net”, além de um caderno de anotações referente ao serviço ilegal prestado.

Cerca de 80 policiais civis participam da operação, que faz parte de um planejamento da Subsecretaria de Planejamento e Integração Operacional (SSPIO/SEPOL), para reprimir a atuação das milícias e auxiliar na elucidação de investigações em andamento. As equipes estão nas ruas cumprindo os mandados de busca e apreensão.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar