Casos de PolíciaComando Vermelhocorrupção policialDenuncia

PM pede que denúncia de suposta propina de traficantes (CV) de Caxias ao BPChoque seja enviada para sua Corregedoria. Saiba mais

Neste domingo está circulando nas redes sociais uma denúncia de suposto pagamento de propina por parte de traficantes do Comando Vermelho (CV) de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, a PMs do Batalhão de Choque.

Ao tomar ciência da informação, a Polícia Militar esclareceu que essa denúncia deve ser emcaminhada à sua Corregedoria interna ou então a delegacia da área.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Os canais da Corregedoria da Polícia Militar seguem à disposição dos cidadãos. Denúncias podem ser feitas diretamente à área correcional, através do telefone  (21) 2725-9098 ou  pelo e-mail [email protected], como também para  Ouvidoria da Polícia Militar, pelo telefone (21) 2334-6045 ou pelo e-mail  [email protected]. O anonimato é garantido.
A Corporação reforça que não compactua com quaisquer desvios de conduta por parte de seus integrantes.

Segundo a denúncia, desde ontem, PMs da unidade estaria fazendo incursões não autorizadas nas comunidades do Massapê e Parque Paulista, controladas pela facção criminosa Terceiro Comando Puro (TCP).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ao mesmo tempo, de acordo com relatos, as equipes estariam pegando propina nas comunidades de Santa Lúcia, Parada Angélica, Vila Sapê, Barro Branco e Rodrigues Alves, todas dominadas pelo CV.

O suposto arrego seria pago para que os policiais favorecessem a venda de drogas e a realização de bailes funks.

A ordem para o pagamento teria partido dos traficantes de vulgos Paulo Moleta e Pigue, da Rodrigues Alves e Vai Quem Quer.

Os bandidos do CV querem que, com as supostas operações não autorizadas em favelas rivais, haja o enfraquecimento destas áreas para que o CV invada as mesmas, expanda seu território e faça um enorme complexo formado pela Vai Quem Quer, Nova Campinas, Barro Branco, Santa Lúcia, Rodrigues Alves, Vila Sapê, entre outras.

“Pedimos as autoridades competentes que tomem providências a respeito desta grave denúncia elaborada por nós moradores. É inadmissível que policiais do BPChoque estejam se vendendo em troca de arrego de facção (CV) com o único intuuito de deflagrar uma guerra de facções no terceiro distrito de Duque de Caxias, que não aguenta mais tamanha corrupção e agora praticada por guarnições do BPChoque. Pedimos as autoridades que intervenham antes do desprazer de presenciarmos um novo derramamento de sangue vitimando pessoas inocentes”, aponta a denúncia.

 . 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo