Casos de Polícia

Polícia investiga suposta ligação de milicianos com facção criminosa no Rio

A polícia investiga uma suposta ligação de um grupo de milicianos do Campinho, Fubá e Praça Seca, no Rio de Janeiro, com traficantes que dominam a comunidade da Serrinha, em Madureira, também no Rio.

Um áudio foi enviado para o Jornal Meia Hora onde era revelada a união entre milicia e a facção criminosa TCP – Terceiro Comando Puro, nomeada como “5.3”. O motivo da união seria o objetivo em comum de atacar traficantes da facção criminosa CV – Comando Vermelho.

O áudio teria sido gravado pelo traficante conhecido como Lacoste, homem que é considerado pelas autoridades o chefão da comunidade da Serrinha. Em um certo momento, Lacoste se desculpa com os moradores e comerciantes da região:

“Vai acabar essa palhaçada toda, bunda de caqui. Tá pensando que vocês vai (sic) ficar nesse vandalismo aí? E querer ficar roubando? Trabalhador compra um telefone caro pra c… e vocês vai (sic) e rouba o telefone do trabalhador?”.

“Peço até desculpas aos comerciantes de Madureira, que, infelizmente, com essa balaiada toda, a venda dá uma caída. Certo? A gente é empresário, sabe como é que é”.

Nós vai (sic) acabar com essa p… e banir vocês daqui. Da Polícia? Estado? A gente sempre vai correr mesmo e se esconder igual rato. A gente corre até de Guarda Municipal… a gente não quer ganhar do Estado, não, filho. Mas com vocês nós vai (sic) pra dentro com força, porque vocês vai (sic) ser banido dessa p… aí”.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo