Casos de Polícia

Polícia prende 2 foragidos da Justiça na saída do enterro de Charlinho do Lixão

Agentes da 59ª DP (Duque de Caxias) prenderam nesta quarta-feira (27) dois foragidos da Justiça na saída do enterro de Charles Jackson Neres Batista, o Charlinho do Lixão, morto durante operação da PM em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Charlinho respondia por envolvimento na morte de um bebê atingido na barriga da mãe perto da Favela do Lixão em 2017, além de liderar o tráfico nesta comunidade e vários outros crimes.

Os presos foram identificados como Bruno Augusto da Silva e Douglas Constantino Gonçalves. A polícia não informou até o momento quais crimes pelos quais eles respondem.

A mãe do traficante, Richele da Silva Neres, conhecida como Chefona, também está foragida e participou do velório, que aconteceu no interior do Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, mas não foi ao enterro, ocorrido no Cemitério do Corte Oito, em Caxias.

A polícia informou que monitorou da movimentação de integrantes facção Comando Vermelho pertencentes à quadrilha de Charlinho, e infiltrou agentes no enterro.

Mãe de Charlinho participou de velório, mas não foi presa — Foto: DivulgaçãoMãe de Charlinho participou de velório, mas não foi presa — Foto: Divulgação

Mãe de Charlinho participou de velório, mas não foi presa — Foto: Divulgação

Após o velório, ainda segundo a polícia, foram para o Cemitério se passando por familiares de Charlinho, em ônibus fretados que, segundo as investigações, foram financiados pela organização criminosa Comando Vermelho.

A polícia informou que as investigações prosseguem para identificar os responsáveis pelo pagamento do fretamento dos ônibus, assim como o monitoramento da movimentação do grupo.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo