bala perdidaCasos de PolíciaOperação PolicialPrisãoTiroteio

Policiais federais tentaram prender miliciano em Rio das Pedras pela 1a vez no dia 6/12. Confira detalhes da operação que terminou com baleados

Policiais federais foram até a comunidade Rio das Pedras, em Jacarepaguá, na noite da última terça-feira (21) capturar o miliciano Émerson Portela Claudino, o Missin, após receber informações de que o chefe do grupo paramilitar local teria designado ele como a pessoa de sua confiança para exercer a função de responsável pelo recolhimento de taxas de segurança e de licença do local da Muzema. 

Ele também seria o responsável pela cobrança do ´gato´ referente à energia elétrica. Também teria sido obtido informe de que o indiciado seria o responsável de um bar situado na localidade como Areal e lá ele ficaria com dois seguranças armados, para onde os arrecadadores levam as quantias para ele. Assim, policiais foram ao bar e passaram a monitorar..

Os agentes federais tentaram prendê-lo primeiro no dia 6 de dezembro. No entanto, ele conseguiu fugir mas  deixou para trás objetos e pertences, incluindo a quantia de R$ 10.850,75, além de cinco carregadores de pistola .40 completamente cheios e diversas máquinas caça niqueis, além de documentos. Desde então, continuou a ser monitorado. 

No dia do flagrante, os policiais federais teriam recebido novos informes de que o indiciado teria retornado ao local, onde seguia controlando a arrecadação das taxas impostas à população. 

Os policiais então montaram nova operação na noite da última terça-feira (21) com viaturas descaracterizadas e foram até lá, onde teriam visto o custodiado cercado de cinco seguranças. Um deles teria percebido a presença do Siena usado pelos policiais e teria ordenado que o condutor do referido automóvel abaixasse os vidros e o farol, no que foi atendido. Neste momento, o indivíduo teria feito movimento de que sacaria uma arma, sendo que um dos policiais teria sido alvejado por disparos de arma de fogo. Note-se que o indiciado não logrou se evadir em razão do cerco já montado. Com efeito, mais disparos teriam sido dados, quando um civil foi alvejado, um menino. Cessados os tiros, os policiais socorreram o garoto. O policial também foi socorrido. 

Após isso o indiciado foi algemado e com ele teria sido encontrado um rádio transmissor, bem como dois celulares, além de uma mochila que conteria documentos de Jean Filipe, que seria uma das pessoas suspeitas que teria se evadido.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo