Presa mulher que chegou a matar vítima com golpe do Boa Noite Cinderela

Policiais da 17ª DP (São Cristóvão) prenderam nesta sexta-feira (26/06) uma mulher acusada de diversos casos de roubo e latrocínio cometidos através do uso de de substâncias que atuam no sistema nervoso central e deixam a pessoa desorientada e sem consciência dos seus atos, conhecido como o golpe do Boa Noite Cinderela.


De acordo com as investigações a acusada cometia os crimes nos bairros de São Cristóvão, Botafogo, Tijuca e Centro do Rio. O golpe com medicamentos aplicado pela mulher poderia deixar as vítimas com amnésia, sonolência, inconsciência, alucinações, vômitos, podendo evoluir para um estado de coma e até o óbito.


Ainda segundo as investigações a maioria das vítimas era abordada durante visita ao Centro de Tradições Nordestinas, a Feira dos Paraíbas, em São Cristóvão e danceterias próximas. A mulher se aproximava da vítima, pedia uma bebida e introduzia o medicamento na bebida da vítima. Ela também atuava em Botafogo, nas proximidades da Rua Real Grandeza e em locais de festas na região da Tijuca e Centro da cidade. Uma das vítimas da acusada morreu em 2019 dentro de um hotel em São Cristóvão.


A mulher irá responder por latrocínio e roubo com violência. Contra ela foi cumprido um mandado de prisão expedido pela 37ª Vara Criminal da Capital.