Preso no ES chefão do tráfico do Sul Fluminense

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Promotoria de Investigação Penal (PIP) de Barra Mansa, em conjunto com a 90ª Delegacia da Polícia Civil (90ª DP), e com apoio da Polícia Civil de Minas Gerais e do Espírito Santo, obtiveram nesta quarta-feira (20/05) a prisão de Elmo Silva Lopes Junior, vulgo Juninho Nazaré, uma das principais lideranças do tráfico do Sul Fluminense. Ele e a advogada Jaqueline de Oliveira da Silva foram denunciados pelo MPRJ no último dia 5 de maio por lavagem de dinheiro.

Juninho estava sendo monitorado e foi preso no Espírito Santo, depois de fugir do apartamento em que estava escondido, no município de Ipatinga, Minas Gerais. Na terça-feira (19/05), policiais da 90ª DP foram até esse imóvel em Ipatinga, que teria sido alugado por Jaqueline com objetivo de manter oculta a localização do traficante. No endereço, verificaram que Juninho, ao tomar conhecimento da prisão de sua advogada no último dia 15/05, havia deixado o local às pressas. 

A partir daí, a equipe de policiais de Barra Mansa, com auxílio de câmeras de vigilância, identificaram o veículo utilizado por Juninho, um Range Rover, passando a monitorar o seu trajeto do carro, que seguia em rota de fuga ao Espírito Santo. A polícia do ES foi informada das coordenadas do denunciado, e nesta quinta-feira, em cooperação com a delegacia de Barra Mansa, obteve a prisão de Juninho.

No momento de sua prisão, o traficante Juninho Nazaré portava grande quantidade de dinheiro em espécie, cartões bancários em nomes de terceiras pessoas e documentos de identificação falsos, os quais foram por ele utilizados na tentativa de enganar os policiais que realizavam da diligência, apresentando-se como outra pessoa. No entanto, evidenciada a falsidade, tentou o criminoso oferecer dinheiro aos policiais, sendo, ainda, preso em flagrante delito pelos crimes de corrupção