Casos de PolíciahomicídioOperação PolicialPrisão

Preso em Paraty suspeito da morte de farmacêutico na Tijuca



O trabalho de inteligência do Serviço Reservado (P2) da 2ª CIPM (Companhia Independente de Polícia Militar de Paraty) colocou atrás das grandes Rhyan Patrick dos Santos, de 19 anos, acusado da morte de um farmacêutico no Rio.


Ele foi preso na manhã deste domingo, dia 20, na localidade conhecida como Praia do Sono, na região da Vila de Trindade, em Paraty, na Costa Verde do Rio.


O acusado tentou escapar, mas foi contido pelos agentes. A operação foi coordenada pelo tenente-coronel, Rodrigues que comanda a 2ª CIPM.


Rhyan é apontado como autor, junto com um outro comparsa, de um latrocínio ocorrido em março deste ano contra o farmacêutico Carlos Alexandre Resende. O crime ocorreu em março de 2022 na Tijuca, no Rio de Janeiro. Um outro acusado também é procurado pela polícia do Rio.


Carlos Alexandre Resende, de 40 anos, foi baleado na cabeça pelos criminosos que levaram seu carro no dia 25 de março, na Tijuca, na Zona Norte do Rio.
Carlos Alexandre foi cruelmente assassinado.


A Praia do Sono é um local de difícil acesso que só se chega de barco ou por uma trilha com caminhada por mais de 1:30h. A praia é considerada paradisíaca e fica ao lado Condomínio das Laranjeiras, onde grandes milionários possuem casas de veraneio.



Sobre o crime – O farmacêutico foi atacado quando se preparava para buscar a esposa na Rua São Francisco Xavier. Os assaltantes desceram de um ônibus e o abordaram. Eles atiraram na cabeça da vítima, mesmo sem Carlos Alexandre esboçar qualquer reação.


O crime ocorreu no começo da manhã na Praça Carlos Paolera, ao lado da Igreja de São Francisco Xavier. A região é conhecida pela grande movimentação, com uma saída do metrô próxima, e serve de base para ônibus de frete.


O carro de Carlos foi encontrado pela Polícia Civil na comunidade de Parada de Lucas, também na Zona Norte da cidade.”

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo