Casos de PolíciaDenunciamilíciaOperação PolicialPrisão

Preso na segunda-feira, miliciano ligado a Zinho confessou ter feito vídeos com ameaças a Tandera e aparece em três registros de homicídios e um de tráfico

Preso na última segunda-feira, o miliciano ligado a Zinho Jairo Batista Freire, vulgos Jairo Caveira´ ou ´JJ´ confessou ter sido o autor dos vídeos que circularam nas redes sociais ano passado em que ele e comparsas faziam ameaças ao bando do rival Danilo Dias Lima, o Tandera. Inclusive que o criminoso no dia da gravação utilizava um relógio apreendido na prisão em flagrante

Segundo os autos do processo, ele apareceu em três registros de ocorrência de homicídios e um por tráfico de drogas. Veja a lista:.

RO nº 043-00155/2004 – Destruição, Subtração ou Ocultação de Cadáver/Homicídio Provocado por PAF;

RO nº 043-00156/2004 – Destruição, Subtração ou Ocultação de Cadáver/Homicídio/Quadrilha ou Bando;

RO nº 043-00437/2004 – Homicídio Provocado por PAF/Quadrilha ou Bando;

RO nº 043-00 RO nº 043-00482/2004 – Associação para Tráfico de Entorpecente. 

Apareceu também em vários disque denúncias DD 4634.12.2021- Datado de 21/12/21; DD 4605.11.2021 – Datado de 23/11/21; DD 2165.10.2021 – Datado de 11/10/21; DD 2211.3.2019 – Datado de 12/03/2019; DD 1279.8.2018 – Datado de 04/08/2018; DD 677.5.2011 – Datado de 02/05/11.

No dia da prisão, agentes adentrarem na residência e realizarem buscas, foi encontrado um revólver calibre 38mm, com numeração raspada, devidamente municiado, bem como munições de fuzil calibre 762mm. Avistaram um animal silvestre na gaiola, sem identificação legal, em situação de maus tratos

Também foi citado

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo