Casos de PolíciaPrisão

Preso no Rio lutador de MMA acusado de matar e torturar em Brasília

Policiais da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), em conjunto com a Polícia Civil do Distrito Federal, durante a semana e após trabalho de inteligência e diligências de campo, prenderam, nesta sexta-feira (27/11), o criminoso mais procurado de Planaltina, no Distrito Federal. Márcio Rogerio da Silva Pinta, foi capturado no bairro Guaratiba, na Zona Oeste do Rio.

Segundo os agentes, no ano de 2018, o grupo criminoso liderado pelo bandido do Rio, que é lutador e professor de MMA, aterrorizou várias comunidades de Planaltina, no Distrito Federal. Os integrantes da quadrilha, fomentados pelo mercado lucrativo do tráfico de drogas, praticavam constantes atos violentos, como ameaças, sequestro e cárcere privado, extorsões, roubos circunstanciados, lesões corporais, estupro, porte ilegal de arma de fogo, corrupção de menores, torturas, ocultação de cadáver, homicídios e tentativas de assassinato.

O grupo chegou a construir uma cisterna para torturar e matar pessoas por dívida de drogas. Contra o acusado existiam seis mandados de prisão expedidos pela Justiça de Planaltina referentes aos crimes de torturas, estupro, sequestro e cárcere privado, extorsão, roubo, corrupção de menores, associação criminosa, homicídio consumado e ocultação de cadáver.

Em seu período de fuga, o bandido passou, inclusive, por países da América Latina como Paraguai e Uruguai, até que, em novembro de 2020, o monitoramento do setor de inteligência mostrou que havia retornado ao Rio de Janeiro.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo