Casos de PolíciaComando VermelhoinvestigaçãoOperação PolicialPrisão

Preso suspeito de financiar helicóptero sequestrado que seria usado no resgate de presos em Bangu

Policiais Penais da Divisão de Recaptura (RECAP), da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), com apoio do 22ª DP (Penha), prenderam na tarde desta terça-feira (22), na Rua Presidente Craveiro Lopes, no Barreto, em Niterói, Região Metropolitana do Rio, o criminoso foragido, Gerlan Dias da Silva, de 26 anos. Ele é um dos envolvidos no sequestro de um helicóptero, em setembro de 2021, com a intenção de resgatar lideranças do Comando Vermelho, que seriam transferidas do Complexo de Gericinó, em Bangu, Zona Norte do Rio, para presídios federais. 

De acordo com as investigações, Gerlan teria efetuado o pagamento de R$ 14,5 mil pela locação do helicóptero do tipo Esquilo. Ele aparece em imagens das câmeras de segurança no heliponto da Lagoa e na ponte Rio-Niterói. 

Quem comandava a aeronave era um piloto da Polícia Civil. Ele foi rendido por criminosos ao decolar de Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio. O piloto contou que assim que levantou voo, os dois tripulantes anunciaram o sequestro e um deles estava armado com uma pistola. Na tentativa de evitar o pouso no presídio, conforme mandado pelos criminosos, a vítima levou a aeronave para o Batalhão de Bangu (14º BPM), que fica ao lado do complexo penitenciário. 

Quando sobrevoava o batalhão, o piloto fez uma manobra para simular uma queda. Simultâneo a essa ação, Adonis entra em luta corporal com a dupla que, na iminência de queda da aeronave, o deixam pilotar. Ele, então, voa até Niterói e, os criminosos, fogem para uma região de mata.  

Contra o criminoso, havia um Mandado de Prisão, expedido pela 2ª Vara Federal de Niterói, pelos crimes de Sequestro, Facilitar Fuga de Presos, Expor Perigo a Embarcação ou Aeronave, entre outros. 

O criminoso foi levado para a sede da 22ª DP (Penha), onde foi cumprido o mandado de prisão, e tomada as medidas cabíveis sobre o caso. Depois será encaminhado para uma unidade prisional da SEAP, onde ficará acautelado à disposição da Justiça. 

Denuncie a localização de foragidos da Justiça, de forma anônima, ao Disque Denúncia:

Central de atendimento: (021) – 2253 1177
0300-253-1177
WhatsApp: (021) – 99973 1177
Aplicativo: Disque Denúncia RJ

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo