Casos de PolíciaEconomiaFamosos

Prisão de fundador da Ricardo Eletro termina ’em pizza’, literalmente

Ricardo Nunes, fundador da Ricardo Eletro, foi solto da prisão nessa semana; e o pouco tempo dele na cadeia já terminou em pizza, literalmente. Neste sábado, 18 de julho, o ex dono da Ricardo Eletro fez uma festa em uma pizzaria fechada, no estado de São Paulo.

A celebração, como mostra uma matéria do jornalista Léo Dias, do portal de notícias Metrópoles, ocorreu no restaurante Pinocchio, que, por conta da pandemia, não pode abrir depois das 17h na capital paulista, mas abriu uma exceção para o empresário, que viu seus últimos dias serem bastante caóticos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O fundador Ricardo Eletro é acusado de sonegar cerca de R$ 400 milhões em impostos, após uma investigação conjunta que envolve a Polícia Civil, a receita estadual de Minas Gerais e o Ministério Público Mineiro.

Fundador da Ricardo Eletro vai para pizzaria comemorar liberdade

Outro detalhe curioso envolve a celebração de Ricardo Nunes. O restaurante escolhido para ele comemorar com alguns casais de amigos é de propriedade de Marcelo Mussi, irmão do deputado federal Guilherme Mussi, que virou assunto por fazer festas em plena pandemia de coronavírus. O deputado foi vítima de reclamações de vizinhos. O caso, inclusive, foi mostrado pelo programa Fantástico, da Globo.

A filha de Ricardo Nunes, Laura Nunes, preferiu não ir ao local; ela também chegou a ter prisão decretada, mas foi revogada após prestar depoimento. Léo Dias disse que o restaurante escolhido pelo ex dono da Ricardo Eletro não foi o único nos últimos dias a não obedecer as regras de funcionamento ao longo da pandemia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Mostrar mais
X
Botão Voltar ao topo