Casos de PolíciaOperação PolicialTerceiro Comando PuroTiroteio

Protegido pelo TCP, atirador de Angra escapou de cerco policial

O homem mais procurado de Angra dos Reis conseguiu escapar do cerco da Polícia Militar na tarde desta quinta-feira, dia 13, no bairro Sapinhatuba I.

Informações do Disque Denúncia (0300 253 1177) garantiam que o Roni Souza Ferreira, autor dos disparos na praia do Anil no dia 06 de janeiro que feriu cinco pessoas gravemente durante o show, estaria no Sapinhatuba 1, juntamente com traficantes da área. Por determinação do comandante do 33° Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Fófano, agentes do GAT I com apoio do blindado da PM, montaram uma grande operação para pendê-lo.

Ao chegar no morro, a PM foi recebida tiros. Durante o confronto, Roni teria conseguido escapar pela área de mata. Bandidos do TCP teriam dado cobertura para ele fugir.

No entanto, a PM prendeu um suspeito com uma pistola PT Zigana 9mm, um rádio transmissor e uma mochila com drogas. Ele teria confirmado aos policiais que Roni estaria na comunidade. A polícia agora sabe que Roni tem proteção do TCP (Terceiro Comando Puro), pois o Sapinhatuba I é dominado pela facção inimiga do Comando Vermelho (CV).

O Sapinhatuba I fica as margens da BR -101 (Rodovia Rio Santos) e tem uma grande área de mata, o que facilita a fuga de criminosos. O homem detido estava numa casa abandonada na área de mata com a arma, o rádio e 62 pinos de cocaína e 13 pedras de crack.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo