Casos de PolíciaComando Vermelhotráfico de drogas e armas

Quadrilha de Tubarão se mantém como uma das maiores fornecedoras de armas para o CV

A quadrilha de Tubarão, traficante preso em 2009 e 2014, continua sendo uma das principais fornecedoras de armas de grosso calibre para a facção criminosa Comando Vermelho (CV).

A revelação veio em relatório da Justiça que mostra que os nove fuzis que foram apreendidos em maio do ano passado, na cidade de Paraty, na Costa Verde fluminense, foram fornecidos pelo bando de Tubarão.

A suspeita surgiu a partir da apreensão de um documento no veículo onde estavam as armas com a seguinte inscrição: “TUBARÃO DOMINGO 21 ABRIL 2019 2P FALET CV Cx 09 AK 47”. Segundo investigadores, Tubarão seria o traficante preso outras duas vezes.

Segundo as investigações, os fuzis policiais estavam camuflados em caixa de ar de veículo (placa AUS9599, da cidade de Maringá-PR). Eles eram do modelo AK-47, de fabricação russa.

Da última vez que foi preso, Tubarão estava em um condomínio de luxo no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Relatos na época informavam que ele pegava armas e drogas em Ponta Porã (MS), na fronteira com o Paraguai, e trazia para favelas da capital e Baixada Fluminense . Movimentava até R$ 2 milhões mensais com os negócios.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo