Casos de PolíciahomicídioinvestigaçãoPrisãotráfico de drogas e armas

Quadrilha internacional que enviava drogas para a Europa e era comandada por croata é acusada de executar ex-policial civil que era do bando mas informante da Justiça

Uma quadrilha internacional de traficantes que enviava drogas para a Europa e era comandada por um croata, que foi preso no ano passado aqui no Brasil, foi responsável pela morte de um ex-policial civil chamado Samir Skandar em 2019, no Paraná, juntamente com outro homem.


O ex-agente era vinculado à quadrilha mas atuava como informante da Justiça Federal, e teria ameaçado delatar o esquema às autoridades brasileiras, passando a receber ameaças de morte. 


O croata Luka Maric transitava entre países da América do Sul como Bolívia, Paraguai e Uruguai de modo a tocar as atividades do grupo, que tinha gente atuando também no Aeroporto de Lisboa, em Portugal.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo