AssaltoCasos de PolíciainvestigaçãoOperação Policial

Quadrilha se aproveitou da pandemia para atacar postos de pagamentos em unidades de ensino no Rio

Na data de hoje, 18.08.2020, terça-feira cumprem mandados judiciais expedidos pela 39a Vara Criminal da Capital na primeira fase da Operação Collegium em desfavor de organização criminosa especializada em furtos qualificados de agências bancárias, caixas eletrônicos e postos de pagamentos.

Durante a pandemia, a quadrilha se aproveitava da paralização de aulas em universidades e institutos federais de educação para atacar Postos de Pagamento localizados no interior dos estabelecimentos de ensino.

A quadrilha atuava de maneira profissional, com equipamentos especializados, sem que ninguém percebesse sua atuação.

Nos últimos meses os indiciados praticaram ao menos 3 (três) furtos idênticos utilizando-se sofisticada técnica de perfuração nos caixas, conseguindo subtrair centenas de milhares de reais dos PAs da Universidade Federal Fluminense em Niterói, Fiocruz em Bonsucesso e da Universidade Católica em Petrópolis.

Na primeira fase da operação foi cumprido mandado de prisão contra o indiciado Felipe Azevedo de Figueiredo, vulgo “Iraque”, mentor dos furtos e responsável pela escolha dos locais a serem atacados através de prévio planejamento, bem como de contratação de especialistas nos furtos oriundos de Joinville – Santa Catarina, conhecida como capital nacional dos “caixeiros”.

Foram ainda cumpridos 2 (dois) mandados judiciais de Busca e Apreensão em endereços ligados a associação criminosa.

Tais nacionais trabalhavam por empreitada, sendo devidamente identificados e fazem parte da segunda fase da operação Collegium após deferimento de cautelares.

A Polícia Civil acredita que a ação de hoje desarticula circunstancialmente tal braço de atividade criminosa Estado.

As investigações da DRF irão prosseguir para analisar o prosseguimento de atividades idênticas por outros grupos criminosos.

Mostrar mais

PUBLICIDADE

Aguarde 10 segundos e clique em fechar publicidade para visualizar a notícia.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Encontramos um bloqueador de anúncios em seu navegador. Desabilite-o para navegar