Casos de Políciacorrupção policialDenunciainvestigaçãoPMRJ

Quatro PMs podem ser expulsos por cobrar propina de bordel e jogo do bicho no Mercado São Sebastião

Quatro PMs atualmente no 39º (Belford Roxo), 33º (Angra dos Reis), 20º (Mesquita) e 41º (Irajá) estão sendo submetidos a Conselho de Revisão Disciplinar da corporação, que pode levar a expulsão.

Eles são suspeitos de, quando eram do 16º BPM (Olaria), arrecadar valores indevidos de transportadoras, comércio de gêneros alimentícios, jogos do bicho, casas de prostituição, comércios com maquinas caça-níquel,
do interior e das redondezas do Mercado São Sebastião, na Penha.

Após análise das declarações e documentos presentes nos autos, verificou-se que no dia 06/09/2018, por volta de 11h10min, a 1ª DPJM recebeu uma ligação anônima dizendo que policiais militares do PPC – Mercado São Sebastião/16º BPM, faziam segurança dos lojistas em troca de gêneros alimentícios, que estariam guardados nos armários do referido PPC.

Diante dos fatos, uma equipe se deslocou ao referido
PPC e, durante fiscalização, foi verificado que não existia um claviculário, que os armários estavam identificados e não fora encontrando nenhum gênero alimentício, objeto da diligencia, entretanto, no interior
de uma gaveta existente no referido PPC foi encontrada uma listagem manuscrita de forma sincopada (“letra
de fôrma”) com anotações de cobranças/pagamentos de valores em dinheiro, que eram realizadas todas as sextas-feiras por empresas, localizadas nas redondezas do Mercado São Sebastião.


Que nos depoimentos dos policiais militares de serviço no PPC no referido dia, realizado na sede da 1ª DPJM, todos negaram saber da existência de arrecadação de valores indevidos por parte de
policiais militares aos comércios da localidade ou recebimento de mercadorias em troca de policiamento privilegiado, como negaram a autoria da escritura da folha de papel encontrada pela 1ª DPJM e tampouco souberam informar quem poderia ter sido o autor dos lançamentos manuscritos.

.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo