Saiba mais quem é o traficante que mobilizou polícia em operação que matou garoto de 14 anos

As polícias Federal e Civil mobilizaram esforços na semana passada para prender um traficante que assumiu o comando do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, após a expulsão da facção Comando Vermelho de Thomás Jhayson Vieira Gomes, o 3N, que passou ao Terceiro Comando Puro (TCP).


Ricardo Severo, o Faustão, foi o alvo principal dos agentes em operação que terminou tragicamente com a morte de um adolescente de 14 anos.


Faustão chegou a ser dado como morto quando o aliado Schumaker Antonácio do Rosário foi assassinado por 3N no ano passado. 3N comandava o Salgueiro a mando de Antônio Ilário Ferreira, o Rabicó, antes de matar Schumaker e ser excluído da facção.


O crime mais recente de Faustão foi um caso de sequestro e cárcere privado ocorrido no ano passado. Neste caso, ele agiu conjuntamente com Carlos Eduardo Barros de Oliveira, o Grisalho, que era aliado de 3N e também foi para o Terceiro Comando Puro.


Na década passada, Faustão foi uma das principais figuras do tráfico nos Complexos de Favelas do Alemão e da Penha na Zona Norte do Rio. Chegou a ser preso em 2010 e não voltou para a cadeia ao ser colocado em regime semiaberto em 2015. 


Ricardo Severo era o segundo homem na Vila Cruzeiro, sendo que só prestava contas a Fabiano Atanásio da Silva, vulgo FB. Ele coordenava a contenção e as bocas de fumo na favela. 


Faustão também atuava em roubo de veículos e como armeiro da quadrilha do traficante Nando Bacalhau, um antigo chefe do Complexo do Chapadão, em Costa Barros, na Zona Norte da capital, para qual era responsável pelos consertos das armas utilizadas nos roubos.


Severo também é réu em um processo de 2009 que ainda não julgou um ataque feito por traficantes a policiais civis na Avenida dos Democráticos, em Manguinhos, na Zona Norte, que deixou ao menos cinco feridos. 


O traficante chegou a ser flagrado em escutas negociando cem caixas de munições de ponto 30, 50 de 762 e dez pistolas.