Casos de PolíciaDenunciainvestigaçãoPrimeiro Comando da Capital

Saída de Marcola de Brasília aconteceu devido ao crescimento do PCC na capital federal

Investigações revelam que a transferência do chefão do Primeiro Comando da Capital (PCC), Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, de Brasília para Porto Velho ocorreu em meio a um crescimento da facção criminosa na capital federal.


Com a presença de Marcola, o grupo passou a preponderar no Distrito Federal.


Os presídios da capital brasileira passaram a ser sede de batismos de novos membros para dominar a massa carcerária. 


A comprovação foi a partir de muitas apreensões dos chamados cara-crachás (registro formal de vínculo com a facção) nas unidades prisionais. 


Para aumentar o número de faccionados (presos ou não), o PCC deixou de cobrar temporariamente as mensalidades de rifas (venda compulsória para sorteios de prêmios patrocinados pela organização criminosa) e cebolas (contribuições mensais devidas por todos integrantes em liberdade).


Para suprir a perda de receita, as células do DF passaram a se relacionar com lideranças do PCC na fronteira com outros países caracterizada por uma maior intensidade do tráfico de drogas e armas de fogo.


Com Marcola em Brasília, o PCC passou a adotar estratégias inéditas para o fortalecimento da facção em nível local com a formação de setores antes inexistentes na capital federal que eram verificados apenas em São Paulo e no Paraná.

Em Brasília, por exemplo, passou a funcionar o setor das gravatas composto por advogados que tratavam diretamente com a cúpula da facção prestando assistência técnica, jurídica e essencial para os membros e que são custeados com o dinheiro do grupo, principalmente advindo do tráfico de drogas.


Foi criada também as chamadas casas de apoio no DF para a hospedagem de parentes ou integrantes que viessem a Brasília ou para servir de base ou esconderijo para a prática de crimes na cidade.


Foi implementado também em Brasília o jogo do bicho como forma de se lavar o dinheiro da facção.

O PCC se divide em Brasília em regionais (Capital, Norte, Sul, Leste e Oeste)

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo