Somente depois de oito anos, PM põe na mira para expulsar agentes suspeitos de acobertar bicheiro

Somente depois de oito anos, a Polícia Militar decidiu submeter a Conselho Disciplinar (que pode levar a expulsão) quatro policiais militares após uma reportagem do Jornal O Globo de 30 de agosto de 2012 que levantava suspeita de que agentes da lei forneciam cobertura para a quadrilha de um bicheiro que atuava no Centro do Rio.

Um dos PMs foi flagrado em uma conversa avisando a criminoso ligado a quadrilha do jogo do bicho que haveria operação policial e que era para retirar a mesa (banca do jogo do bicho) pois viriam muitos policiais.

Um outro PM foi acusado de exigir vantagem indevida antecipada a um suspeito da máfia do bicho porque sexta-feira era feriado.

Mais dois foram acusados de exigir vantagens indevidas para não multar veículos estacionados irregularmente em frente de uma loja.

Foi determinada a revogação do porte de arma dos PMs suspeitos e que os comandantes das unidades onde eles estão lotados providencie a imediata apresentação dos acusados para que seja feito o acautelamento de suas cédulas de identidade funcionais.