Casos de PolíciaComando VermelhoDenunciaGuerra entre facçõesmilíciaTiroteio

Suposto perfil da milícia no Twitter debocha de traficantes que estariam oferecendo R$ 5 mil a morador e comerciante pelo paradeiro’ dos paramilitares ainda escondidos no Fubá e Campinho. ‘Aumenta porque R$ 5 mil tá pouco para pegar os crias’

Um perfil supostamente criado por milicianos no twitter debocha da ideia dos traficantes de oferecer R$ 5 mil a moradores e comerciantes que indicarem o paradeiro de paramilitares que ainda estejam escondidos nos morros do Fubá e do Campinho

ALMENTA MAIS A RECOMPENSA PORQUÊ 5 MIL TA POUCO PRA PEGAR OS CRIAS 5 MIL TU ENFIA NO OLHO DO CÚ DE VOCÊS TA QUERENDO COMPRA MORADOR COM 5 MIL VOCÊS ACHA MESMO QUE MORADOR VAI ENTRA NESSA MANCADAS DE VOCÊS MORADOR NENHUM QUER VOCÊS AQUI NÃO SEUS ARROMBADOS E 14 ANOS NAO 14 DIAS

Os tiroteios no Complexo do Fubá em julho estão relacionados à disputa entre a milícia e o Comando Vermelho pela região. Ao longo do mês, o @fogocruzado mapeou 18 tiroteios no complexo: 11 deles no Campinho, 2º bairro com mais tiroteios no mês.

Campinho, bairro da Zona Norte, faz divisa com a Zona Oeste e é disputado palmo a palmo por milicianos e traficantes. Cercado por favelas como Morro do 18, em Quintino, e Morro da Barão, Praça Seca, o bairro é estratégico na disputa entre grupos armados

Na manhã do dia 21 de julho, enquanto as atenções estavam voltadas para a mega operação policial no Complexo do Alemão, os moradores do Campinho acordaram com o som dos tiroteios que iriam se repetir até o fim do mês.

Durante o último mês o @fogocruzado mapeou 348 tiroteios no Grande Rio, que deixaram 96 mortos e 95 feridos. Acesse os dados completos

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo