Tiroteio

Vai ser enterrado nesta quarta-feira no Rio, o Gari comunitário morto no Vidigal

O corpo do gari social Willian de Mendonça Santos, baleado num tiroteio no Morro do Vidigal, na noite de segunda-feira (22), vai ser sepultado no cemitério São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul, na manhã desta quarta (24).

Willian estava tentando encontrar o filho na favela enquanto acontecia uma troca de tiros e foi atingido por dois tiros. Moradores afirmam que os policiais fizeram os disparos.

A Delegacia de Homicídios (DH) tomou as armas dos policiais militares envolvidos no tiroteio que terminou com o gari comunitário morto.

Willian de Mendonça Santos, de 41 anos, morava e trabalhava na favela. A morte ocorreu na segunda-feira (22) e, na mesma noite, moradores fizeram um protesto na entrada da comunidade, na Avenida Niemeyer. O delegado Daniel Rosa, titular da DH, afirmou que os peritos vão fazer o confronto balístico com as armas dos PMs, para saber se os tiros que mataram o gari partiram delas.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo