Casos de PolíciaComando Vermelhohomicídioinvestigação

Traficante do Turano (CV) suspeito de matar homem teria sido morto por comparsas segundo família. Justiça questiona e decreta prisão

A polícia apura se o suposto traficante Breno Diniz Pereira, que tinha atuação no Morro do Turano, no Rio Comprido, teria sido morto pelos próprios comparsas após executar um homem com quem discutiu em uma festa organizada pelos bandidos na comunidade.

Segundo informações, Breno teria sido instigado pela própria vítima para matá-la e ele então efetuou disparos contra a cabeça da pessoa, que veio a óbito.

Depois do crime, o suspeito nunca mais foi localizado, estando em local incerto e não sabido.

A Justiça decretou em agosto sua prisão preventiva, entretanto parentes dele afirmaram que ele foi morto pelos traficantes.


Entretanto, a Corte alegou que nenhum documento que corroborasse tal alegação foi, por eles, apresentado, certo que, em consulta realizada por esse Gabinete ao Sistema de Nascimentos e Óbitos disponível no site da Corregedoria do TJ/RJ, a certidão de consulta de óbito em nome do réu é negativa, o que indica, a princípio, que o denunciado não estaria morto.  

Mostrar mais

PUBLICIDADE

Aguarde 10 segundos e clique em fechar publicidade para visualizar a notícia.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Encontramos um bloqueador de anúncios em seu navegador. Desabilite-o para navegar