Casos de PolíciaDenunciainvestigaçãotráfico de drogas e armas

Traficante preso extorquia e ameaçava mulher cuja filha entregou a policiais dinheiro da venda de drogas. Acabou condenado

Um traficante preso ameaçava e tentou por várias vezes extorquir uma mulher em Paraíba do Sul porque a filha dela, que trabalhava para os bandidos, foi flagrada por policiais vendendo drogas e entregou aos agentes o dinheiro arrecadado com o comércio de entorpecentes. Esse criminoso acabou sendo condenado em maio a cinco anos e sete meses de prisão. 

 ´No período compreendido entre os dias 20 de maio de 2020 e 28 de maio de 2020, em horários não precisados, na Estrada de Queima Sangue, nº 208, bairro Fernandó, o traficante Thiago Preto constrangeu a vítima S.A.S.C mediante grave ameaça, através de ligações telefônicas e mensagens enviadas pelo aplicado Whatsapp, a entregar a terceiro a quantia de R$ 500,00. 

A vítima S é mãe de uma adolescente que foi abordada pela polícia após um usuário de drogas afirmar que com ela havia adquirido entorpecentes. Naquela ocasião, a garota admitiu ter vendido as drogas para o usuário e entregou aos agentes R$ 130,00 em espécie, provenientes da venda de drogas. A adolescente ainda revelou com quem pegava as drogas destinadas ao comércio ilícito, bem como que o proprietário do entorpecente era Tiago Preto.  

Ato seguinte, a polícia se dirigiu à casa de uma mulher, pessoa que supostamente teria fornecido as drogas para a adolescente, tendo ela confirmado todo o relato da jovem e entregado aos agentes R$ 772,00 oriundos das vendas de entorpecentes realizadas pela menor. 

No dia 24/05/2020, ou seja, após os eventos acima narrados, S compareceu à delegacia e revelou que, no dia 20/05/2020, o denunciado , com o intuito de constrangê-la a pagar pelo prejuízo gerado pela filha começou a ameaçá-la e a ameaçar sua filha de morte, tudo através de ligações telefônicas e de mensagens enviadas através do aplicativo whatsapp. S narrou que, de acordo com o acusado, a jovem teria causado um prejuízo avaliado em R$ 1.000,00, sendo esse o valor que ela deveria pagar, mas que posteriormente Tiago Preto concordou em lhe dar um ´desconto´ e passou a exigir a quantia de R$ 500,00, afirmando que mandaria um ´amigo´ buscar o dinheiro. 

A vítima ainda esclareceu que até o dia 24/05/2020 Tiago ligava e enviava mensagens exigindo o dinheiro de apenas um número telefônico. Porém, como após o registro dos fatos na delegacia ela parou de respondê-lo, o criminoso passou a fazer contato através de outro número e de forma mais incisiva. 

Posteriormente, no 28/05/2020, a polícia militar recebeu informe dando conta de que a vítima continuava a ser ameaçada pelo denunciado e que, naquela mesma data, S entregaria o valor exigido para uma pessoa enviada até ela pelo denunciado. Os agentes então rumaram para a casa da vítima, e, já no local, indagaram-na acerca do informe, tendo ela confirmado que, naquela manhã, o denunciado mandaria uma pessoa para encontrá-la na praça do bairro Fernandó e receber o dinheiro, porém, orientada pelos policiais, a vítima enviou uma mensagem para Tiago e mudou o local do encontro para a sua própria casa. 

Por volta das 12:00h chegou à residência da vítima um suspeito de vulgo Buiu, que foi detido pelos agentes. Indagado no local, ele afirmou que lá estava para pegar o dinheiro que Tiago exigiu da mãe da adolescente em razão dos prejuízos de droga que a menor teria causado. 

Os policiais ainda lograram apreender o celular de Buiu. Em sede policial, ele´ confirmou ter ido ao local a mando do denunciado e afirmou ter ouvido de Tiago que ´a garota´ havia causado um prejuízo na ´boca´ e que a mãe dela pagaria pelo prejuízo de uma forma ou de outra. 

Já a vítima afirmou ter certeza de que apesar de estar preso, era Tiago quem efetuava as ligações e enviava as mensagens, posto que já o conhecia. A vítima ainda deixou seu celular à disposição da polícia para a extração de cópias das conversas travadas entre ela e o denunciado. 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo