Casos de PolíciahomicídioinvestigaçãoNotícias

Traficantes acusados de torturar e matar comparsa a pauladas por ele ter subtraído carga de drogas em Itaboraí vão a júri popular

A Justiça decidiu levar a júri popular dois traficantes de Itaboraí, de vulgos Meio Quilo e Pinote, acusados de torturar e matar um comparsa há quatro anos por ele ter subtraído uma carga de drogas. 

Eduardo Souza de Almeida foi achado morto ´no dia 20 de agosto de 2017, em horário que não se pode precisar, em um terreno abandonado próximo da Rua 10, s/n.º, Parque Aurora.

Foi torturado e assassinado com diversos golpes, como socos, pontapés e pauladas.

A vítima foi morta lentamente, sendo espancada de diversas maneiras, como punição por supostamente ter se apropriado indevidamente dos entorpecentes. 

O crime ainda foi praticado com recurso que dificultou a defesa da vítima, uma vez que ela foi subitamente capturada por seis pessoas, que a conduziram até um terreno abandonado e a espancaram até a morte. 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo