Casos de PolíciaComando VermelhoGuerra entre facçõesNotíciasTerceiro Comando Puro

Traficantes obrigaram motorista de funerária transportar corpo de Sandro Mica para uma UPA

Traficantes armados obrigaram um motorista de funerária transportar o corpo de Sandro Castro Mariano, o Sandro Mica, morto no Chapadão, até a UPA de Ricardo de Albuquerque. O condutor foi abordado na hora em que passava pelo Chapadão.

Os médicos da unidade não aceitaram por já tratar de óbito. O motorista então levou o cadáver para a 31ª DP, que fez contato com a Delegacia de Homicídios da Capital. Não havia familiares para reclamar o corpo.

Segundo fontes ouvidas pela PM, Sandro Mica foi morto após uma investida de rivais do Terceiro Comando Puro (TCP) que vitimou, além dele, um outro bandido, que está desaparecido.

O principal responsável pelo crime seria um criminoso conhecido como Léo. Ele era comparsa de Mica e tramou uma troia (emboscada) para ele e pulou do Comando Vermelho (CV) para o TCP.

O principal motivo para o assassinato de Mica seria que ele era o encarregado do CV de tomar o Complexo da Pedreira.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo