Casos de PolíciaComando VermelhoGuerra entre facçõesTerceiro Comando Puro

Tráfico da Pedreira (TCP) teria pago R$ 30 mil para matarem Sandro Mica

A polícia investiga a informação de que traficantes do Complexo da Pedreira (TCP) ofereceram R$ 30 mil para quem matasse Sandro Castro Mariano, o Sandro Mica, que foi morto no último domingo (12) no vizinho Complexo do Chapadão (CV).

Sandro Mica era o principal encarregado do CV de tomar a Pedreira. No ano passado, ele já havia organizado um bonde que fez o ataque e trouxe vários transtornos para a população do bairro com ônibus incendiados e interrupção da circulação dos trens e metrô.

Segundo informações, havia uma rivalidade muito grande entre Sandro Mica e Carlos José da Silva Fernandes, o Arafat, antigo dono da Pedreira. Os dois pertenciam à Amigos dos Amigos (ADA) e teriam brigado na cadeia, com Mica agredindo Arafat.

Arafat teria mandado matar um irmão de Sandro, que por conta disso mudou de facção, indo para o CV, recrutando crias e jurou vingança.

O pivõ da morte de Mica teria sido um traficante conhecido como Léo do Chapadão. Foi ele que teria organizado a suposta tróia (emboscada) que sofreu Sandro. Um outro traficante que o acompanhava na hora do fato está desaparecido.

A Delegacia de Homicídios da Capital investiga o caso.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo