Casos de PolíciaViolência

Tráfico matou inocente por engano em Iguaba por acreditar que ele era X-9

O tráfico na cidade de Iguaba Grande, na Região dos Lagos, matou um rapaz por engano no ano passado por acreditar que ele teria fornecido à PM a localização de um traficante.

O corpo de Carlos Eduardo Silva de Souza foi encontrado por PMs na Rua Suécia.


Testemunhas relataram que três homens armados puxaram a vítima pelo braço, retirando-a do evento que estava acontecendo e efetuaram os disparos. 


Os depoentes relataram que os assassinos seriam das localidades Condomínio Dois e Iguabinha.


O homem que era alvo do tráfico contou que os assassinos estavam usando touca ninja, cobrindo parcialmente a cabeça; disse que eles enquadraram a vítima e conduziram para a garagem e em seguida efetuaram os disparos de arma de fogo. Deu o nome de dois deles e ainda apontou um menor como participante. 


Segundo o que ele revelou que os traficantes tinham como objetivo matá-lo e que a morte foi ordenada pelo traficante conhecido pelo vulgo Dionor pois este soube que o depoente entregou para a polícia militar a localização do bandido identificado como Rodrigo Carvalho de Oliveira, vulgo Benegão.


Três suspeitos tiveram a prisão decretada pelo crime: Lucas Silva de Oliveira, Rômulo Silva de Oliveira e Renée de Souza Melro, sendo este último acusado de fornecer as armas usadas no assassinato. 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo