Casos de Políciahomicídioinvestigação

Tráfico teria envolvimento em morte de grávida

O Portal dos Procurados divulga nesta quinta-feira, dia 10/09, cartaz para ajudar a Delegacia de Descoberta de Paradeiros – DDPA – com informações que possam esclarecer e ajudar a identificar os envolvidos na morte de Thaysa Campos dos Santos, de 23 anos, que estava desaparecida desde a última quinta (03).

O corpo da manicure foi encontrado, nesta quinta-feira (10/9), em uma comunidade conhecida como Triângulo, em Deodoro, na zona norte do Rio de Janeiro.

A polícia trabalha com a possibilidade do assassinato ter sido uma emboscada. Segundo a delegada Ellen Souto, titular da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), o corpo de Thaysa não tem sinais de aborto. Ainda de acordo com a titular, há o envolvimento do tráfico na morte da jovem e a polícia acredita que ela possa ter sido vítima de uma armação dentro da Favela do Triângulo, no mesmo bairro.

— A investigação apurou que na quinta-feira, por volta das 22h, ela foi para a Favela do Triângulo pegar uma bolsa de maternidade com uma pessoa que já foi ouvida pela polícia. Ela saiu da casa dessa pessoa à 1h e, por volta das 4h, acessou o Facebook utilizando uma rede wi-fi dentro da favela — contou a delegada

Ainda segundo a delegada, o chefe do tráfico de drogas da favela do Triângulo será indiciado por homicídio e teoria do domínio do fato — ou seja, sabia do crime e deu apoio.

Quem tiver qualquer informação a respeito dos envolvidos na morte da manicure, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procuradosrj/, pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177 , ou pelo Aplicativo para celular – Disque Denúncia e também pelos aplicativos: https://twitter.com/PProcurados, e https://www.instagram.com/portal.dos.procurados, e em todos os casos  O Anonimato é garantido.

Todas as informações sobre o caso serão encaminhadas para DDPA que está encarregada do caso e o inquérito crimin

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo