Casos de PolíciaDenunciaGuerra entre facçõesmilícia

Vans são incendiadas em disputa entre milicianos na Zona Oeste. Há relatos de homicídios. VIDEOS

O clima está tenso em Santa Cruz e Campo Grande por conta de uma disputa entre milicianos ligados a Danilo Dias Lima, o Tandera, e Luís Antônio da Silva Braga, o Zinho.

Pelo menos oito vans foram incendiadas e há relatos de tiros sendo disparados. Tudo por ordem de Tandera.

Há relatos de que um homem foi morto no ponto final de vans, no Alvorada, em Santa Cruz e de que um mototaxista foi assassinado na Reta da Base, no mesmo bairro.

Ontem, um áudio no WhatsApp dizia que o grupo de Tandera estaria ameaçando atacar Cesarão, Antares e Rodo.

A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que os batalhões subordinados ao 2ºComando de Policiamento de Área (CPA) que atuam na Zona Oeste: 9ºBPM (Rocha Miranda), 4OºBPM (Campo Grande), 14ºBPM (Bangu), 27ºBPM (Santa Cruz), 31ºBPM (Recreio dos Bandeirantes), e 41ºBPM (Irajá) estão reforçando o policiamento na região de Campo Grande e Santa Cruz, área que vem sofrendo reflexos de disputas territoriais entre facções criminosas, onde sete vans foram incendiadas, desde a noite de quarta-feira 15/09. Unidades subordinadas ao Comando de Operações Especiais (COE) continuam operando nesta quinta-feira (16/09) na Comunidade da Vila Aliança, comunidade que sofre influência de facção criminosa parceira das milícias. O reforço no policiamento tem apoio também de comboios do Batalhão de Rondas Especiais e Controle de Multidões (RECOM) e de aeronaves do Grupamento Aeromóvel (GAM). Esse reforço visa garantir o retorno do transporte público com segurança na região.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo