Costa VerdeParaty

Incêndio que matou três crianças em Paraty pode ter sido criminoso

O fogo no primeiro andar da residência

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de incêndio criminoso no caso que ocorreu nesta sexta-feira (24) em uma casa em Paraty, na Costa Verde do Rio, que matou três irmãos sendo uma menina de sete anos, outra de quatro e um menino de cinco anos. O suspeito foi levado para a 167ª DP, onde está sendo ouvido.

A mãe das crianças, Dara de Almeida de Souza, de 25 anos, inalou muita fumaça e foi levada ao hospital em estado grave, e será ouvida pelas investigadores.

Vizinho do imóvel, Cícero da Silva, disse que outros moradores da região tentaram salva as crianças, mas não dava mais tempo.

” e repente, a gente escutou uma gritaria. Aí a minha esposa acordou, meu filho acordou, também. Minha esposa falou que tava pegando fogo na casa e que tinha criança lá dentro. Meu filho correu junto com os amigos da comunidade para socorrer as crianças. A mulher tava pedindo socorro. E foi aquele alvoroço. O pessoal desesperado, saindo correndo com balde de água, escada, querendo derrubar a parede… Mas, infelizmente, não deu tempo e aconteceu essa tragédia”.

O incêndio começou por volta das 6h30. O companheiro de Dara e padastro das crianças tinha saído para o trabalho, e a mulher estava sozinha com as crianças. Os bombeiros foram acionados às 7h15 ao casarão de dois andares que fica localizado na Rua Canal, no Parque Mangueira, bairro Ilha das Cobras. As chamas foram debeladas às 08h30.

A Polícia Civil logo foi acionada para uma perícia e o corpo das crianças foram encaminhados ao Instituto Médico Legal de Angra dos Reis.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADE

Aguarde 10 segundos e clique em fechar publicidade para visualizar a notícia.

10
Botão Voltar ao topo