Diversos

Advogada defensora de Neymar é expulsa de entidade feminista

A advogada Maíra Costa Fernandes foi convidada pelo escritório Davi Tangerino e Salo de Carvalho para ser a defensora de Neymar no caso de estupro – o jogador é acusado pela modelo Najila Trindade de agressão e violência sexual no último mês de maio.

“De modo geral, a advocacia criminal prescinde desse tipo de análise, por amor ao direito de defesa.

Mas, no meu caso, pela minha trajetória como feminista, na defesa dos direitos das mulheres, essa análise era importante.

O que vi me deixou em tudo confortável para exercer a defesa do cliente, por compreender que uma acusação criminal injusta destrói a vida de uma pessoa e por entender que uma falsa acusação de estupro não ajuda a causa feminista”, continou.

Espero poder, ao lado dos demais colegas, contribuir para provar a inocência de um rapaz que, famoso ou não, não cometeu o crime imputado a ele”, disse Maíra, que finalizou o texto.

Sempre me pautei pela defesa da verdade e sempre fui fiel a valores e preceitos éticos, tanto em minha militância, quanto em minha atuação profissional.

Diante disso, o Comitê Latino Americano de Defesa dos Direitos da Mulher (CLADEM), entidade da qual Maíra Fernandes fazia parte, decidiu expulsar a advogada do seu quadro.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo