DiversosNotícias

Hotel jamaicano oferece maconha em troca de sacos de lixo

Um hotel jamaicano chamado “Germaican” especializado em receber turistas alemães na Jamaica, desenvolveu uma campanha alinhada lei do país: Como a quantidade permitida na Jamaica é de uma grama por pessoa, o dono do hotel bolou 56 cigarros de maconha. No país, caso alguém seja descoberto carregando mais do que essa quantia, será obrigado a pagar uma multa. A campanha foi tão eficaz que menos de 30 minutos depois de um mero cartaz feito à mão foi exposto na praia de Long Bay, uma primeira pessoa já apareceu com um balde feito de lixo e recebeu um “baseado” em troca.

Cansado de ver toneladas obscenas de lixo pelas ruas, Marian Erbach, um alemão de 34 anos que vive na Jamaica, comentou sobre sua ideia: “Eu estava furioso com todo lixo ao nosso redor, então pesquisei muito sobre o tema, especialmente o lixo plástico. Vi muitas fotos nas quais pessoas ofereciam café de graça em troca de baldes de lixo. Minha namorada fez a piada, de que na Jamaica deveríamos oferecer baseados em troca”, disse Erbach. O que era mera piada virou uma campanha real – que, pela demanda, pode realmente fazer toda diferença na coleta de lixo em um país como a Jamaica. Curiosamente, por lá um balde de lixo vale mais dinheiro do que o custo de um baseado, confirmou Erbach.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo