Diversos

Maior capanga de Pablo Escobar morre aos 57 anos

Colombiano Jhon Jairo Velásquez, ‘Popeye’, um dos homens do narcotraficante Pablo Escobar, em Medellín, no dia 2 de dezembro de 2015

Um dos capangas responsáveis por mais de 250 mortes e 3.000 assassinatos planejados do Cartel de Medelín, liderado por Pablo Escobar, morreu nesta quinta-feira (6) devido a complicações de um câncer terminal no esôfago.

De acordo com o Instituto Nacional Penitenciário e Prisional da Colômbia (INPEC), Jhon Jairo Velásquez (Popeye) estava internado desde 31 de dezembro do ano passado. O assassino de Escobar estava preso desde o dia 25 de maio de 2018. Antes, ele já tinha cumprido com mais de 23 anos de prisão por seu envolvimento com o cartel de Medelín.

Antes de ser preso novamente, o assassino de confiança de Escobar chegou a se tornar um ativo e polêmico usuário de redes sociais.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo