Diversos

Megaoperação contra milícia mira vereador e secretário de Queimados

Uma megaoperação conjunta entre as polícias Civil e Militar e o Ministério Público estadual (MPRJ), que acontece desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira, procura 25 pessoas envolvidas com uma milícia chamada Caçadores de Ganso.

Dentre os alvos está o PM reformado, vereador e ex-secretário de Defesa Civil de Queimados Davi Brasil Caetano (Avante, antigo, PTdoB), 52 anos, que foi preso em casa, no bairro São Manoel.

Ao sair de casa, após a polícia fazer buscas em sua residência por mais de duas horas, o vereador foi perguntado se queria dizer algo em sua defesa.

De acordo com as investigações, Davi Brasil é o líder da quadrilha, que está envolvida em homicídios, extorsões, roubos e outros crimes na Baixada Fluminense e região.

Os agentes ainda estão em endereços da capital, Belford Roxo, Nova Iguaçu, Japeri, Maricá e em quatro cadeias do estado para dar nova voz de prisão a nove presos.

A polícia acredita que uma vítima do grupo tenha sido morta no porta-malas do veículo.

Ele já foi preso em julho de 2015 por causa de uma morte em janeiro daquele ano em Queimados e por fazer parte do grupo paramilitar da região.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo