Diversos

Mulher se mata após ter vídeo íntimo vazado na internet

Uma mulher de 32 anos, casada e mãe de dois filhos, se matou após um vídeo íntimo ser compartilhado entre os 2.500 funcionários da fábrica de caminhões Iveco em que ela trabalhava, na cidade de em San Fernando de Henares, na região de Madri, Espanha.

Segundo colegas de fábrica, ela tentou abafar o caso, mas entrou em desespero do saber que o vídeo com cenas de sexo chegar ao marido, na sexta-feira, e se matou no dia seguinte.

“Ela ficou muito nervosa e abandonou a fábrica porque não estava aguentando a pressão no local de trabalho e em casa”, disse Susana Martín, colega de trabalho à TV LaSexta.

O vídeo foi gravado há cinco anos, quando a mulher, identificada apenas como Verônica, ainda não era casada e começou a ser compartilhado na fábrica há duas semanas. Pelas leis da Espanha, difusão de vídeo íntimo é crime que pode ser punido com pena de três meses a um ano de prisão, mesmo que a gravação tenha sido consentida.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE

Aguarde 10 segundos e clique em fechar publicidade para visualizar a notícia.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Encontramos um bloqueador de anúncios em seu navegador. Desabilite-o para navegar