EsportesVasco

Empresário teria oferecido Máxi Lopes para outro carioca

O Vasco contratou Maxi López para salvar o clube do rebaixamento em 2018 e, assim, o jogador cumpriu o combinado: foi peça fundamental na permanência na primeira divisão com gols e assistências. Veio a temporada de 2019 e o argentino ainda não conseguiu repetir as boas atuações do ano passado.

No momento, está barrado e é banco da jovem promessa Thiago Reis, que fez três gols em três jogos no profissional. Quem confirmou essa substituição foi o próprio treinador Alberto Valentim depois da vitória de 1 a 0 sobre o Bangu. Para aumentar ainda mais esta situação delicada, há a pendência da renovação entre argentino e clube, que até agora segue estagnada em São Januário.

Nesta semana, o empresário de Maxi, Daniele Piraino, concendeu uma entrevista e revelou a insatisfação do atleta com estes problemas recentes. Segundo ele, o Vasco não quer continuar com o atacante pois até agora não tinha se manifestado sobre a proposta de renovação oferecida pelo staff do centroavante. Não satisfeito com os últimos acontecimentos e a postura do técnico, teria sugerido Maxi ao Botafogo.

O alto salário seria entrave. Maxi ganha cerca de R$ 300 mil no Vasco e tem contrato até dezembro. Aliás, a renovação do compromisso com o Vasco, que era dada como certa, travou.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo