Esportes

Jesualdo Ferreira deseja sorte a Sá Pinto: “É o lugar mais difícil para treinar”

Foto: Santos FC / divulgação

Contratado para treinar o Santos no rastro do sucesso de Jorge Jesus do Flamengo, o português Jesualdo Ferreira passou sete meses no litoral santista. Uma conta rápida ajuda a mostrar um pouco da dificuldade do treinador no Brasil – uma realidade que espera o novo técnico do Vasco, Ricardo Sá Pinto, e da qual não escapou esse vitorioso e experimentado treinador de 74 anos.

Jesualdo iniciou treinos com o Peixe dia 9 de janeiro (no dia anterior, foram exames físicos), estrou no dia 23 e a pandemia paralisou tudo 14 de março. No oitavo dia depois do retorno do futebol (espaço de 22 a 30 de junho), ele foi demitido, depois de ser eliminado pela Ponte Preta no Campeonato Paulista.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em suma, foram cerca de 90 dias em quarentena em Santos – mais do que os 60 de competição para cumprir 15 jogos pelo Peixe – seis vitórias, quatro empates e cinco derrotas (aproveitamento de 48,8%).

Em entrevista ao ge, ele contou que já sabia das dificuldades de se trabalhar no Brasil, mas admitiu que a realidade foi mais impressionante do que as informações que tinha.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

– Para mim, é o lugar mais difícil para treinar que há. O futebol brasileiro é o mais difícil de todos no mundo. Pela exigência que há e pela falta de tempo pra trabalhar. – resumiu.

Fonte
Raphael Zarko - Globo Esporte
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo