Esportes

Sá Pinto mostra surpresa com salários atrasados no Vasco: “Ninguém me falou em uma situação tão grave”

Ricardo Sá Pinto no aeroporto em Lisboa — Foto: ge

A caminho do Rio de Janeiro nesta quinta-feira, Ricardo Sá Pinto, ainda em Lisboa, mostrou conhecer bem a delicada situação do Vasco, que vive crise financeira e já demitiu dois treinadores (Abel Braga e Ramon Menezes) somente neste ano. 

O treinador português, que assinou contrato até o fim do Brasileirão com o clube carioca, quer um “primeiro mês duro de trabalho” para, então, ser “verdadeiramente conhecido” no Brasil.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Sobre salários atrasados, o técnico mostrou saber da situação financeira do clube, mas se mostrou surpreso ao saber da gravidade

É uma informação que eu não tinha. Sei que o clube tem dificuldades. Quando assinei com o Vasco, não assinei por questões financeiras. Obviamente, há que salvaguardar isso, até porque vou ter pessoas sob a minha responsabilidade, toda a gente precisa de dinheiro para viver.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ninguém me falou em uma situação tão grave, ouvi, sim, que é uma situação difícil. Espero que não seja tão grave assim, espero também que rapidamente isso possa melhorar.

Pelo que percebi, essa situação também é vista em outros clubes, dizem até que o Flamengo é, com mais dois ou três, o único clube que está financeiramente melhor. Não sei, sinceramente. O que posso dizer é que não foi a questão financeira que me moveu.

Isso de atrasar pode acontecer em todos os lados, e nós temos compreensão, mas o que não pode é atrasar durante tanto tempo, porque depois isso tem um impacto negativo na equipe, em termos daquilo que é a concentração e o lado psicológico.

Espero que isso melhore, porque não é fácil para mim ter que controlar todas as situações.

Fonte
BRUNO ANDRADE - GOAL
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo