Vasco

Empresa pede prisão de Salgado por desobediência em ação contra o Vasco

Em processo tramita na 34ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), a Marcelo D’Araujo Fornecimento de Alimentos LTDA, que tenta obter êxito no recebimento de valores acordados judicialmente com o Vasco da Gama, voltou à Justiça e, desta vez, pediu a prisão do presidente Jorge Salgado, por desobediência judicial.

Segundo informações do Esporte News Mundo, a empresa quer que o Clube apresente balanço contábil e as fontes de renda, com, inclusive, negociação de jogadores de modo a justificar a não possibilidade de cumprir o acordo. Ademais, solicitou que Ferj, CBF e Fifa sejam intimadas a informarem nos autos do processo os valores repassadas ao Cruzmaltino com venda de jogadores, premiações, entre outros, de setembro do ano passado até os dias atuais.

O processo teve início em 2018, quando a administração do Clube rescindiu o contrato com a referida empresa deixando um dívida de aproximadamente R$ 4 milhões. Quatro acordos foram feitos, mas o réu não cumpriu nenhum deles, incorrendo em multas e juros no montante, segundo a empresa informou ao ENM.

A diretoria do Vasco não se manifestou sobre o assunto. Trata-se de mais uma dívida que pode implicar em futuras penhoras a valores recebíveis pelo Clube ao longo da temporada. Cumpre destacar que a empresa alega em juízo a postura vascaína de sempre abandonar o pagamento dos compromissos, independentemente de quem seja o presidente, o que chamou de ludibriação, denunciando também a impossibilidade de diálogo acerca do fato.

Fonte: Vasco Notícias

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo