Lava Jato

Ex-presidente do Peru tenta suicídio após ser condenado na Lava Jato

O ex-presidente do Peru, Alan García, está internado após de ter atirado contra a própria cabeça perante de uma ordem de prisão preventiva emitida pela Justiça, confirmou seu advogado, Erasmo Reyna. García, de 69 anos, foi levado para o hospital Casimiro Ulloa, que reforçou que a causa da internação foi um ferimento na cabeça. O estado dele é crítico, segundo a ministra da Saúde, Zulema Tomás Gonzáles.

García é um dos dos quatro ex-chefes de Estado do Peru investigados sob a acusação de terem recebido suborno da construtora brasileira Odebrecht. A Justiça havia ditado sua prisão preventiva por dez dias.

— Nesta manhã ocorreu este lamentável acidente: o presidente tomou a decisão de atirar em si mesmo — disse a jornalistas o advogado Erasmo Reyna, na porta do Hospital de Emergências Casimiro Ulloa, em Lima.

O secretário pessoal de García, Ricardo Pinedo, reforçou que o ex-presidente entrou em seu quarto depois de ser comunicado que a polícia batia à porta de sua casa, informou o jornal “La Republica”, de Lima. Segundo a TV local America, García agora está em coma. A situação do ex-presidente “é delicada”, disse o advogado.

— Neste momento, ele está sendo operado. Rogamos a Deus que lhe dê força — ressaltou Erasmo Reyna.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo