Notícias

Milícia expande cobrança de taxas para moradores do entorno da Praça Seca

A milícia de morros da Praça Seca, na Zona Oeste do Rio, está ampliando o domínio do território.

Os criminosos, que cobram dinheiro em troca de “segurança”, agora também estão cobrando taxas de moradores que vivem nos acessos às comunidades, não só mais dentro das favelas.

“Tem vários condomínios já, assim, fazendo reunião para dizer que a milícia foi lá, cobrou do condomínio e o condomínio vai ter que repassar”, contou um morador.

De acordo com moradores do bairro, nesta quinta-feira (25) milicianos procuraram a administração dos prédios da Praça Seca e informaram sobre a nova taxa do condomínio.

Tem os espaços para os meses do ano, para o nome, a rua, o número e o valor: para moradores o valor é de R$ 50.mensais, e para os comerciantes da região, pelo menos, R$ 100 semanais.

No início do mês de abril, um grupo de milicianos que tentava invadir a favela Bateau Mouche causou pânico na Rua Cândido Benício, a principal do bairro.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo