AssaltoCasos de PolíciaNotíciasPMRJ

PM de Jacarepaguá suspeito de sequestro é caçado pela polícia. Saiba como foi o crime

PMs do 18º Batalhão (Jacarepaguá) estão a procura de um cabo da unidade que é suspeito dos crimes de extorsão mediante sequestro e roubo majorado.

Os agentes procurarem o cabo em seu endereço, em Nilópolis, na Baixada Fluminense, mas não o encontraram. Um parente disse que ele não comparece ao local há alguns dias.

O sequestro ocorreu em 29 de agosto. A vítima M.R.C saía do trabalho juntamente com um cliente quando foi abordada por três homens com fuzis e pistola. Os suspeitos usavam vestimentas semelhantes a de PMs.

Os homens imularam uma consulta ao sistema da polícia, afirmando, em seguida que havia um mandado de prisão em aberto.

M e o cliente foram colocados dentro do veículo Gol preto no banco traseiro com dois dos suspeitos, sendo que o terceiro criminoso assumiu a direção do carro da vítima.

Eles ficaram rodando durante cerca de três horas pelas ruas do bairro de Jacarepaguá, inclusive no entorno do 18ª BPM, enquanto negociavam o valor exigido como pagamento do resgate.

Inicialmente, foi exigida a quantia de R$ 500.000,00 e, após as negociações, o valor caiu para R$ 200.000,00, sendo R$ 100.000,00 antes de a vítima ser liberada e o restante deveria ser pago às 12h do mesmo dia

Assim, a vítima efetuou o pagamento da primeira metade do resgate, sendo liberada na Estrada dos Três Rios, próximo a esquina com a Rua Timboaçu. Ressalta-se que, ao serem libertados, M recebeu de volta o seu aparelho de telefonia celular com a finalidade de receber contatos extorsionários..

Os extorsionários mantiveram contatos via WhatsApp onde o interlocutor aceitou que o pagamento da quantia restante fosse efetuado no dia 31.08.2020.

Os criminosos subtraíram da vítima sua CHN e um relógio e, do cliente, foram levados um relógio, um cordão de ouro, um anel, mil reais e o telefone celular.

Tramita na 40ª Vara Criminal do TJ-RJ um processo sobre o caso no qual existem cinco réus, entre eles o PM.

Mostrar mais

PUBLICIDADE

Aguarde 10 segundos e clique em fechar publicidade para visualizar a notícia.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Encontramos um bloqueador de anúncios em seu navegador. Desabilite-o para navegar