Política

Crivella tenta se aliar ao partido do Bolsonaro para tentar reeleição

Mesmo sem ainda ter um desfecho concreto da briga da família Bolsonaro com o governador Wilson Witzel (PSC), o prefeito Marcelo Crivella (PRB) já está de olho no apoio do PSL para a eleição de 2020.

O prefeito, no entanto, esbarra na intenção de Rodrigo Amorim, que também quer ser candidato e teria de abrir mão.

Neste caso, Crivella abriria a porteira da prefeitura para abrigar os indicados dos deputados bolsonaristas, como tem feito com vários partidos.

A missão da equipe de Crivella é anular a candidatura de Eduardo Paes (DEM), considerado o principal adversário, com o maior número de legendas na aliança do prefeito.

Naquele ano, no segundo turno, ele fechou acordo com o ex-deputado Indio da Costa, candidato derrotado. Em troca, criou uma supersecretaria para o então aliado e jurou apoiá-lo para governador, em 2018, o que, no fim, não ocorreu.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo