CoronavírusPolíticaSaúde e Alimentação

General à frente do Ministério da Saúde libera uso de cloroquina para todos

Diante da recusa de dois ministros da Saúde, que optaram por pedir demissão para não assinar o documento, coube ao general Eduardo Pazuello, que assumiu a pasta de forma interina, liberar a cloroquina para todos os pacientes de covid-19.

Em documento divulgado nesta quarta-feira com o novo protocolo, o ministério recomenda a prescrição do medicamento desde os primeiros sinais apresentados.

Até o momento, não há evidência científica que comprove a eficácia do medicamento no tratamento da doença, e alguns estudos apontam o contrário.

O ex-ministro da Saúde pediu demissão após discordâncias com o presidente da República sobre o uso da cloroquina. O presidente chegou a negar os atritos com o ministro antes de demiti-lo, mas reforçando que exigia a ampliação de seu uso para o tratamento da Covid-19. Sem evidências científicas, Teich não liberou o uso da substância e acabou deixando o cargo.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo